skip to Main Content
(21) 98552-2020 (21) 3411-1001
De segunda a sexta, das 8h às 20h. Sábados, das 8h às 12h
Limpeza

Fazer limpeza a cada 6 meses é mesmo necessário?

Tempo de Leitura 2 minutos

Com certeza você já foi em alguma consulta odontológica em que o dentista pediu que você retornasse para fazer a limpeza em 6 meses, certo? Esse retorno serve como uma “manutenção” da sua saúde bucal.

É mesmo necessário voltar dentro desse prazo? A resposta é sim, mesmo para quem é cuidadoso com a higiene bucal, usando o fio dental e enxaguante bucal regularmente. Nossa boca tende a acumular tártaro e placa bacteriana e, por isso, fazer uma limpeza a cada 6 meses pode resolver esse problema e evitar constrangimentos maiores. 

Como a limpeza é feita? 

O processo da limpeza não é doloroso e leva menos de 1 hora. O dentista irá remover todo o tártaro e placas que estiverem se formando nos dentes, com o auxílio de uma escova e pasta profilática.

Quais são os benefícios? 

  • A limpeza dos dentes ajuda a evitar o surgimento de novas cáries e, consequentemente, evita que o paciente se submeta a tratamentos como o canal, por exemplo. 
  • Doenças como periodontite e gengivite são evitadas com essa visita. Por isso, é tão importante fazer a limpeza dos dentes com essa frequência. Afinal, a prevenção é sempre o melhor remédio.
  • Previne a perda dos dentes, um fator muito comum em quem precisa fazer tratamentos mais agressivos. A limpeza semestral evita problemas sérios como tratamentos de canal e doenças cardiovasculares.

Quem pode fazer a limpeza?

A limpeza é indicada para todas as idades. Para as crianças, que não têm tártaro dental, pode ser feita a profilaxia com escovinha, pasta profilática e aplicação de flúor para manter os dentes livres da placa dental e de cáries.

Por melhor que seja a sua higiene bucal, não deixe de fazer um acompanhamento odontológico. A limpeza dental no dentista deve ser feita a cada seis meses, nos casos em que há um bom controle da higiene bucal por parte do paciente. Já nos casos de doença periodontal, o paciente precisa conversar com o dentista para realizar as raspagens do tártaro com uma frequência maior, como a cada três meses, para que o problema se estabilize, sem que haja mais perdas ósseas.

Ficou com alguma dúvida? Siga nossas redes sociais e envie uma mensagem — Facebook e Instagram. Até o próximo post!

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top