Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 20h e sábado das 8h às 12h


  Contato : Telefone: (21) 3411-1001 | Whatsapp: (21) 98552-2020

Visita ao dentista protege o coração

Visita ao dentista ajuda a proteger o coração

Manter os dentes limpos, além de combater problemas bucais, ajuda a proteger o coração de infartos, diz um estudo feito por cientistas da Universidade de Miami (EUA) e pelo Hospital Geral de Veteranos, em Taiwan. Segundo os responsáveis pela análise, muitas pessoas não se preocupam muito com a saúde bucal por achar que cáries e gengivites não causam efeitos mais nocivos ao organismo e podem ser tratados com facilidade. Mas as inflamações na gengiva, causadas pelo acúmulo de placa bacteriana, também aumentam os riscos de acidentes vasculares celebrais (AVC) e problemas no cérebro.

A pesquisa durou sete anos e contou com a participação de 100 mil pessoas, com idade média de 38 anos. Nenhuma tinha sofrido um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral quando o estudo começou. Uma parte delas começou a frequentar o dentista para fazer limpeza nos dentes pelo menos duas vezes ao ano, enquanto outro grupo não recebeu tratamento odontológico especial, mas teve a sua higiene bucal observada.

Após o término do estudo, os cientistas notaram que as pessoas que fizeram visitas constantes ao dentista tiveram 24% menos chances de ter um ataque cardíaco, em comparação com o grupo que não procurou um profissional. O estudo também mostrou que os riscos de AVC diminuíram 13% nas pessoas que tinham melhor saúde bucal.

Segundo os pesquisadores, mesmo que a relação entre saúde bucal e doenças cardiovasculares ainda não esteja totalmente clara, vários trabalhos já mostraram que inflamações crônicas na gengiva, que podem até evoluir para infecções, estão ligadas ao endurecimento das artérias, aumentando as chances de ataque cardíaco.

Nunca é tarde para ter o sorriso que sempre quis

Falta de higiene bucal

Além de fazer visitas frequentes ao dentista, escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia também ajuda a proteger o coração, diz um estudo feito University College, de Londres. Os autores analisaram dados de mais de 11 mil adultos na Escócia. A equipe de pesquisa analisou as informações sobre estilo de vida, como o tabagismo, atividade física e as rotinas de saúde oral. Os indivíduos foram questionados sobre e quantas vezes escovavam os dentes (duas ou três vezes por dia, uma vez por dia ou menos de uma vez por dia).

Depois que os dados foram ajustados para fatores de risco, como classe social, obesidade, tabagismo e histórico familiar de doenças cardíacas, os pesquisadores descobriram que os participantes que relataram menor frequência de escovação tiveram um risco 70% maior de doença cardíaca, quando comparados com indivíduos que escovam os dentes duas vezes por dia.

Outro problema causado pela falta de higiene bucal é a perda gradativa de paladar, já que a camada de placa bacteriana impede que o gosto dos alimentos penetre em nossas papilas gustativas. Para resolver esse problema, alguns alimentos, aliados a escovação dos dentes, ajudam a limpar a boca. “Alimentos ricos em fibras, como laranja, maçã, banana, pera, ameixa e mamão, ajudam a limpar a superfície dos dentes e da língua, deixando o paladar mais apurado”, explica a nutricionista Luciana Carneiro, que é membro da Associação Brasileira de Nutrologia.

Fonte: www.minhavida.com.br

Deixe uma resposta