Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 20h e sábado das 8h às 12h


  Contato : Telefone: (21) 3411-1001 | Whatsapp: (21) 98552-2020

pré-natal odontológico

Por que o pré-natal odontológico é importante?

Neste artigo, vamos mostrar a importância da consulta odontológica na gravidez, como é feita, qual o melhor período para a realização de um tratamento, além de recomendações para a saúde bucal da gestante.

1. Por que é preciso fazer o pré-natal odontológico?

Os cuidados com a nossa saúde começam pela boca. Por isso, no caso das gestantes, ir ao dentista se torna uma necessidade. Afinal, ela está gerando uma vida e precisa estar saudável.

Grávidas que apresentam problemas nos dentes e gengivas podem ter partos prematuros e gerar bebês abaixo do peso.

Como é realizado?

É como uma consulta odontológica normal. O dentista vai observar como anda a saúde bucal da gestante, tratando o que for necessário e aconselhando sobre a prevenção.

É importante que o dentista seja avisado sobre a gravidez antes da consulta. Assim, caso seja necessário aplicar anestesia, será uma específica para as gestantes. Se for preciso fazer alguma radiografia, ele colocará um colete de chumbo sobre a barriga da paciente, protegendo o bebê.

Caso o dentista tenha dúvida em relação à medicação, ele pode entrar em contato com o obstetra.

2. As grávidas são mais suscetíveis a problemas bucais?

Sim. As gestantes têm mais riscos de desenvolver gengivite (inflamação na gengiva) e cáries. Os problemas são desencadeados pelas mudanças hormonais no corpo da futura mamãe, que podem alterar o pH da saliva, tornando-a mais ácida.

Somado a isso, por conta dos enjoos comuns na gravidez, elas podem ficar incomodadas até com a escovação dos dentes. A higiene inadequada da boca é uma situação ideal para o surgimento de cáries, placas e tártaro.

Como a gestante, muitas vezes, não consegue se alimentar na quantidade necessária, pode acabar fazendo várias refeições e lanchinhos por dia sem dar conta de realizar a escovação completa em todos os momentos.

3. Qual o melhor período para a gestante ir ao dentista?

O ideal seria marcar a consulta odontológica antes mesmo da gravidez. Mas, como nem sempre isso é possível, caso não haja nenhuma emergência, como uma dor de dente forte ou outro problema bucal mais sério, é recomendado fazer o pré-natal odontológico no segundo semestre da gestação.

Nessa fase, o período mais crítico para o desenvolvimento do feto já passou, bem como as náuseas características das primeiras semanas de gestação.

Deixar para o último trimestre da gestação também não é recomendado, já que a barriga está grande e a futura mamãe pode ficar bastante desconfortável na cadeira do dentista.

Se for necessário um tratamento mais demorado e complexo e que dê para adiar, pode ser que o dentista prefira realizá-lo após o parto.

4. Quais cuidados a gestante deve ter com a saúde bucal?

Para evitar problemas bucais, as grávidas devem se empenhar em realizar uma higiene bucal completa: escovação com creme dental com flúor, além do uso do fio dental sempre após consumir algum alimento.

É importante também evitar doces para prevenir o aparecimento de cáries.

Caso surja qualquer incômodo no dente, é preciso procurar o dentista e, em hipótese alguma, se automedicar.

Fazer o pré-natal odontológico garante uma gravidez mais segura e tranquila. Por isso, inclua a consulta ao dentista nos cuidados com a saúde durante a gravidez.

Tirou todas as suas dúvidas sobre o pré-natal odontológico com este post? Então aproveite para entender a importância de fazer o check-up bucal regularmente e incentive toda a sua família!

 Dr. Fernando Luiz S. Silva –  CRO-RJ – 23.204

Deixe uma resposta