Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 20h e sábado das 8h às 12h


  Contato : Telefone: (21) 3411-1001 | Whatsapp: (21) 98552-2020

É possível perder os dentes por conta do estresse?

Você se estressa com facilidade? Ou, quem sabe, está sujeito a uma rotina estressante que pede muito de você?

Se você respondeu “sim” para alguma das perguntas, está no mesmo barco que a grande maioria da população urbana mundial.

Mas, de que forma essa realidade pode afetar sua saúde bucal? Será possível perder os dentes por stress? Continue essa leitura e descubra as respostas!

Perder os dentes por stress: isso pode acontecer?

Por conta da rotina gradualmente mais atarefada e tumultuada, o stress tem crescido e estado cada vez mais presente na sociedade de todo o mundo. Sim, este é um efeito global.

O problema é que, além de afligir o indivíduo com muitos aspectos negativos, ele ainda é uma porta de entrada para diversos problemas de saúde, que podem, inclusive, levar a perda dos dentes. Não é algo imediato, porém é uma realidade.

A exemplo do que aconteceu com a atriz Demi Moore, que recentemente declarou ter perdido os dentes da frente por stress, todos estamos sujeitos a mesma situação.

Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Odontologia da UNICAMP, demonstra que um indivíduo estressado tem uma maior probabilidade de desenvolver doenças periodontais, que são aquelas enfermidades que atingem os tecidos de sustentação dos dentes levando-os a queda.

De que forma isso acontece?

Isso acontece por conta de aspectos biológicos e comportamentais. Em relação ao primeiro, o que ocorre é que o stress aumenta os níveis do hormônio cortisol, enfraquecendo o corpo e tornando-o mais suscetível a inflamações.

Quanto ao aspecto comportamental, a pesquisa mostra que pessoas estressadas tendem a se preocupar menos com sua higiene e alimentação, aumentando as chances de doenças surgirem.

Outra doença bucal que costuma ser fruto do stress é o bruxismo.

Você sabe o que é bruxismo?

O Bruxismo é uma condição caracterizada pelo hábito de ranger e/ou apertar os dentes fortemente uns contra os outros involuntariamente, durante o dia ou, o que é mais comum, durante o sono.

Se você acorda com os músculos da boca e dentes doloridos ou se possui dores de cabeça frequentes, inclusive logo ao acordar, você pode sofrer de bruxismo.

Nunca é tarde para ter o sorriso que sempre quis

Inicialmente, esse problema faz os seus dentes ficarem apenas doloridos. Mas, caso esse problema persista, ele pode levar ao rachamento e até a queda dos seus dentes.

Como evitar a perda dos dentes?

Como esse efeito do stress é gradual e não imediato, você pode realizar uma prevenção em vista de evitar que essa condição gere maiores danos a sua saúde. Confira algumas formas de evitar esse mal:

Pratique atividades físicas

As atividades físicas já são métodos comprovados de redução de stress, já que são momentos em que se pode esquecer da sua rotina e apenas focar naquele momento. Você pode escolher um esporte novo para aprender, por exemplo, assim, você ocupa sua mente com novos desafios. Ou praticar a meditação e aprender a como esvaziar seus pensamentos por completo.

Consulte um psicólogo

O stress recorrente pode significar mais do que uma rotina cheia de afazeres. Uma visita ao psicólogo pode te ajudar a entender certos sentimentos que estão confusos e colocar a sua cabeça no lugar novamente.

Mantenha um rotina de higienização bucal

O mais importante de tudo é, nesse processo todo, você não descuidar da sua rotina de higienização bucal. Por meio dela, você conseguirá manter sua boca saudável e também perceber qualquer mudança suspeita. Nesse caso, não hesite em fazer uma visita ao dentista e verificar.

Como podemos perceber, é possível sim perder os dentes por stress, mesmo isso não sendo algo imediato. Agora que você já sabe, pode se prevenir para não ter que acabar utilizando próteses no futuro.

Se quiser saber de mais dicas sobre saúde bucal, curta a nossa página do Facebook e siga-nos no Instagram. Assim, você fica por dentro dos nossos próximos conteúdos!

Deixe uma resposta