Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 20h e sábado das 8h às 12h


  Contato : Telefone: (21) 3411-1001 | Whatsapp: (21) 98552-2020

Clareamento dental enfraquece os dentes?

O clareamento dental enfraquece os dentes? Essa é uma pergunta comum entre as pessoas que desejam ter um sorriso mais branco e brilhante. O clareamento dental, embora esteja se tornando cada vez mais acessível, costuma levantar muitas dúvidas na mente de quem deseja realizar esse procedimento.

Se você faz parte desse grupo de pessoas, continue acompanhando este texto e você descobrirá a resposta para essa pergunta, além de outras informações relevantes sobre esse procedimento.

Qual é a melhor modalidade de clareamento dental?

Não existe uma melhor forma, mas, sim, a mais adequada em relação à sua situação clínica. As manchas nos dentes muitas vezes podem ser removidas apenas pela profilaxia, ou seja, os procedimentos comuns e rotineiros de prevenção de doenças. Porém, alterar a coloração do dente só é possível por meio do clareamento.

Esse procedimento pode ser realizado de duas formas: em casa, por meio de moldeiras, ou no consultório, via laser. Os dois tipos são eficazes, porém o tratamento a laser apresenta resultados imediatos, logo após a primeira sessão. Já por meio das moldeiras, o resultado é um pouco mais lento, indicado principalmente para quem tem sensibilidade nos dentes.

Mas também é possível misturar as duas formas, caso o seu dentista ache necessário.

O clareamento dental enfraquece os dentes?

Para responder essa pergunta, é preciso diferenciar o clareamento dental profissional, realizado por especialistas, e o caseiro, feito por amadores a partir de receitas perigosas.

O clareamento dental profissional não apresenta nenhum risco para quem o realiza. A ideia de enfraquecimento dos dentes aqui é um mito. O que costuma acontecer é uma sensibilidade nos dentes, que é passageira, permanecendo apenas durante o período do tratamento.

Entretanto, existem receitas por aí que prometem o clareamento dos dentes, por meio da mistura de substâncias abrasivas, como: bicarbonato de sódio, limão, água oxigenada e até refrigerante. Essas, sim, podem, com o tempo, causar o enfraquecimento dos dentes.

O que acontece, nesses casos, não é um clareamento, uma vez que essas substâncias não agem internamente nos dentes, apenas externamente, causando uma corrosão do esmalte dentário. Em um primeiro momento, isso pode dar uma impressão de clareamento, já que limpará manchas no dente. Porém, o efeito é breve e os riscos à saúde são altos.

Muito mais comodidade para você

Como garantir a eficácia do tratamento?

A primeira precaução a se tomar é ser muito seletivo em relação à clínica em que você realizará o seu procedimento. É importante escolher um local especializado e com profissionais qualificados para não cair em uma roubada.

Outra dica importante é ser mais restritivo em relação a alimentos que tenham muitos corantes, ainda que naturais, como vinho, café e refrigerantes. Embora eles não sejam proibidos, exagerar no consumo dessas substâncias pode diminuir a longevidade do seu branqueamento.

Por último, é importante lembrar que o clareamento não é permanente. Com o tempo, o dente vai amarelando novamente. Esse período de duração vai depender de cada pessoa, mas geralmente leva até, no máximo, 3 anos.

Agora que você já sabe que dizer que o clareamento dental enfraquece os dentes é um mito, que tal aprender mais um pouco sobre odontologia? Curta a nossa página do Facebook e siga-nos no Instagram e no LinkedIn para ficar por dentro dos nossos próximos conteúdos!

Deixe uma resposta