Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 20h e sábado das 8h às 12h


  Contato : Telefone: (21) 3411-1001 | Whatsapp: (21) 98552-2020

Aparelho ortodôntico: tire suas dúvidas sobre ortodontia

Uma saúde bucal equilibrada e uma estética dentária perfeita, são os objetivos de muita gente por aí. Cada vez mais as pessoas se encontram correndo atrás de alternativas para poder conseguir o tão sonhado sorriso perfeito. E neste sentido, os aparelhos ortodônticos aparecem como um dos principais potencializadores para uma arcada vencedora.

A ortodontia é o ramo dentro da odontologia que é responsável em tratar e melhorar problemas e assuntos que estejam relacionados à correção de uma arcada dentária. Por isso, se você tiver dentes tortos, desalinhados, problemas de oclusão, esta é a especialidade que irá resolver o seu caso definitivamente.

Aparelho fixo e móvel: seu guia completo e gratuito aqui!

Durante a consulta, o profissional irá procurar entender a gravidade da sua má formação dentária, através de exames clínicos e outras avaliações. Desta forma, ele poderá indicar qual tipo de tratamento será a melhor opção para poder resolver o seu caso. Vale dizer que essas opções também são diversas, e isso inclui tratamentos com aparelhos móveis ou fixos, dentre outras especificações, como os metálicos, transparentes, invisíveis, de contenção etc. Tudo isso você irá conhecer muito melhor lendo este post.

 

Qual a importância de uma correção ortodôntica?

Uma intervenção ou correção ortodôntica se faz necessária, a partir do momento em que o indivíduo começa a enxergar diferenças em sua arcada dentária, o que inclui uma dentição torta, que não possua um encaixe perfeito, além de dentes difíceis de serem mantidos limpos.

Problemas deste tipo acontecem já no período da infância, por isso, o acompanhamento odontológico se faz necessário desde cedo, para que tudo seja resolvido o mais breve possível e a criança não tenha de levar um tratamento por muito mais tempo.

Vale dizer também, que praticamente qualquer pessoa está sujeita a uma intervenção ortodôntica. São raros os casos em que o indivíduo consiga crescer sem que qualquer tipo de reparo seja necessário em sua linha dentária.    

Aqui reunimos algumas dicas importantes sobre aparelhos.

Veja tratamentos ortodônticos

Dentes tortos podem causar doenças

Além de uma estética mais bonita e equilibrada, um tratamento ortodôntico também influencia para que certas doenças não apareçam posteriormente. Afinal, uma dentição desalinhada, que seja difícil de ser mantida limpa, pode originar a aparição de tártaros, fungos, bactérias e inclusive a doença periodontal, caracterizada como uma junção de condições inflamatórias, de caráter crônico e origem bacteriana, que afeta a área da gengiva, podendo ocasionar a perda do tecido que oferece o suporte necessário para os dentes. 

Também é preciso entender que indivíduos com má oclusão também estão totalmente suscetíveis a um maior estresse nos músculos que participam da mastigação, o que pode levar também a dores na área do pescoço, ombros, cabeça, costas etc.

 

Quais são os benefícios da ortodontia?

Um belo sorriso

Um sorriso bonito certamente abre portas. Com o tratamento ortodôntico em dia, será possível realizar a correção dos dentes que estejam fixados de maneira desarmônica, resultando em uma melhora na autoestima e um sorriso muito mais atraente no dia a dia.

Elimina a dor de cabeça tensional

Como revelamos em um tópico acima, dentes que estejam mal posicionados e que não tenham um encaixe perfeito ao fechar a boca, costumam provocar uma certa tensão na musculatura. E isso, na maioria das vezes, contribui para o aparecimento de dores de cabeça contínuas. Neste caso, o tratamento irá beneficiar não somente a sua estética, mas a sua saúde como um todo.

Melhora a digestão

Uma dentição correta, certamente, irá ajudar você a ter uma digestão muito melhor. Pois como os dentes são fundamentais para que ela ocorra da maneira devida, com eles todos alinhados e prontos para o processamento dos alimentos, você ficará livre de problemas estomacais que tenham sido causados por uma desarmonia dental.  

 

Aparelhos fixos

O aparelho fixo, formado por bandas, fios e bráquetes, é utilizado para facilitar a movimentação dentária através da aplicação de uma pequena força. O processo é feito a partir de um arco fixado aos bráquetes (pequenas peças acopladas aos dentes). Dessa forma, o dentista consegue realizar o alinhamento dentário, corrigindo problemas estéticos e funcionais.

Os aparelhos fixos são geralmente apertados de mês em mês, para que os resultados almejados sejam garantidos. Esses aparelhos possuem hoje uma tecnologia mais avançada, sendo mais leves e com muito menos metal na sua aparência, podendo inclusive ser de porcelana ou safira. E, se preferir, ainda podem ser estilizados com cores vivas.

Aparelho fixo de cerâmica

É um tipo de aparelho feito a partir de uma mistura de argila e água, que depois da secagem, resulta em um material bastante resistente. Os bráquetes deste tipo de peça possuem formatos e amanhos bem parecidos aos dos aparelhos feitos de metal. É um material bem opaco, que realiza a imitação da coloração dos dentes, possibilitando uma aparência um pouco discreta, porém ainda sim perceptível a olho nu.

O aparelho de cerâmica é normalmente recomendado para pessoas que procuram um material mais resistente e durável, e que possuam um mínimo de discrição. Já para realizar a manutenção, é preciso tomar certos cuidados como: evitar consumos de cafés, refrigerantes e alimentos com corantes, além de cigarros. Hábitos como esses podem resultar em um amarelado na coloração das “borrachas” presas ao aparelho. Por isso, evite!

Aparelho fixo de safira

Considerado a versão atualizada do de cerâmica, o aparelho fixo de safira é criado a partir de monocristais de safira, produzido em laboratório. Apesar de não ser um aparelho invisível, costuma oferecer alguma discrição ao paciente em comparação com outros disponíveis no mercado.

O aparelho de safira costuma ser indicado para pessoas que estão a procura de aparelhos fixos um pouco mais estéticos e resistentes. Assim como outros, sua manutenção precisa de um certo cuidado no dia a dia em relação à alimentação, escovação etc. É um tipo de peça que necessita de um cuidado maior do dentista ao colocá-lo e também na parte da remoção, para tentar evitar que os dentes quebrem e percam o esmalte. Por isso, faça sempre com um profissional qualificado.

Aparelho fixo especial 

São aparelhos normalmente usados para realizar um controle do hábito de chupar ou sugar o dedo. Eles são fixados através de bandas, utilizadas como âncoras para o aparelho. Costumam ser um pouco desconfortáveis, por isso geralmente aparecem como último recurso no tratamento ortodôntico.

Baixe um e-book sobre aparelhos transparentes

 

Aparelhos móveis

Os aparelhos dentários móveis normalmente são a escolha principal de pacientes que procuram uma maior comodidade na hora do tratamento ortodôntico. Eles podem ser de vários tipos:

Niveladores: geralmente uma alternativa para o tratamento em adultos, os niveladores realizam um movimento dos dentes, assim como os aparelhos fixos, porém sem todo o aparato dos bráquetes e fios de aço. São invisíveis e podem ser removidos a qualquer hora.

Mantenedores de espaço: são formados por uma base feita em acrílico, com um encaixe sobre a mandíbula, possuindo partes de plástico ou arame, fincadas em dentes específicos, que são mantidos separados.

Reposicionadores de mandíbula: são aparelhos que ajudam no exercício do fechamento da mandíbula, posicionando-a em um local mais confortável. São uma boa opção para o tratamento das disfunções da articulação temporomandibular (ATM).

Amortecedores: são utilizados para poder manter as bochechas e os lábios mais afastados dos dentes, aliviando a pressão no local.

Aparelho extrabucal: feito a partir de uma faixa aplicada ao redor da parte traseira da cabeça, este aparelho atrasa o crescimento maxilar e faz com que os dentes posteriores fiquem em seus devidos lugares.

Mais informações sobre aparelhos móveis neste post! Descubra se esse é o tratamento certo pra você.

Aparelhos transparentes

Esse tipo de aparelho é bastante parecido aos modelos tradicionais, feitos em metal. São aparelhos fixos – ou seja, estão “colados” nos dentes – e compostos por bráquetes, aquelas pequenas peças de formato quadrado que ficam em cada dente e têm a função de conectar o fio que une todo o aparelho. A grande diferença entre esse modelo e o modelo tradicional

é que, nos transparentes, os bráquetes são de outro material: porcelana monocristalina, que dá o efeito de transparência para o aparelho, enquanto o tradicional é feito de metal, o que acaba sendo esteticamente menos sutil.

A eficácia dos aparelhos transparentes é a mesma dos tradicionais. O que muda é, sobretudo, o fator estético, já que, ao usar a porcelana monocristalina ou safira, os bráquetes do aparelho acabam se misturando mais facilmente à tonalidade original dos dentes, fazendo com que o aparelho esteja em menor evidência.Uma das grandes dúvidas dos pacientes em relação aos aparelhos transparentes é em relação à sua resistência e durabilidade, mas esse modelo de aparelho dental é tão resistente quanto o convencional metálico, já que foi desenvolvido para atender aos diversos tipos de quadros: desde os mais simples até os mais complexos. Entenda melhor os aparelhos transparentes nesse post.

Exemplo de um aparelho/alinhador transparente.

Exemplo de um aparelho/alinhador transparente.

 

Invisalign

O invisalign é um tipo de tratamento ortodôntico que se apropria de uma tecnologia mais avançada e inovadora para poder alinhar os dentes de forma bastante eficaz. Ele possui um tratamento virtualmente invisível, com a tecnologia ClinCheck, que possui imagens em 3D, facilitando todo o planejamento para a correção dos dentes.

Com o Invisalign, os dentistas podem avaliar a força da dentição, realizado um processo de 3D virtual da arcada dentária do paciente e, desta forma, poder construir todos os alinhadores necessários. Com ele, o diagnóstico é feito de maneira mais rápida e precisa, com a informação da quantidade exata de alinhadores e também a duração aproximada do tratamento.

Todo o sistema do Invisalign é feito por uma sucessão de alinhadores transparentes e personalizados, com cada placa movimentando cerca de 0,01 a 0,25 mm do dente. Normalmente o tempo de utilização do aparelho se dá por cerca de 22 horas ao dia, ou de acordo com a orientação fornecida pelo seu dentista.

Por não existirem contraindicações, o Invisalign pode ser usado por adultos e crianças que necessitam de um tratamento ortodôntico, mas que não querem abrir mão da estética do sorriso. E também por ser um aparelho removível, o paciente pode retirá-lo quando quiser. O recomendado é a remoção antes de comer ou beber alimentos mais quentes. Saiba mais informações sobre o invisalign aqui.

Abaixo temos um vídeo explicando o tratamento:

 

Aparelho de contenção

É um tipo de aparelho composto por uma base feita em acrílico e metal, com um encaixe na arcada dentária. É comumente indicado após o tratamento com o aparelho fixo, tendo a função de conter os dentes, fazendo com que eles não saiam do lugar e permaneçam alinhados.  

O aparelho de contenção possui a vantagem de ser removível, com isso fica muito mais fácil a higienização após as refeições. No entanto é preciso usá-lo da maneira correta, respeitando todas as orientações do dentista, caso contrário o resultado pode não ser o esperado.

 

Ortodontia lingual

A ortodontia lingual surgiu como a opção perfeita para aquelas pessoas que precisam realizar o alinhamento dos dentes, sem comprometer a aparência do sorriso. Isso acontece, pois esse tipo de aparelho é fixado na parte de dentro dos dentes do paciente, ao invés da parte exterior. Por esse motivo que ele é caracterizado, hoje, como o único aparelho invisível, capaz de não realizar o comprometimento da estética dental do paciente.

Diferente de outros tipos de tratamentos mais convencionais, o aparelho ortodôntico lingual não realiza a projeção dos lábios para frente e de maneira alguma proporciona qualquer deformidade ou afeta o fechamento da boca. Na verdade, ele oferece até uma aparência muito mais harmônica ao paciente.

E você pode ficar despreocupado, pois este tipo de aparelho não chega a interferir na visualização do quadro evolutivo do tratamento, conseguindo, inclusive, lhe oferecer a possibilidade de correção de detalhes sem a necessidade de retirá-lo.

O aparelho ortodôntico lingual pode ser usado tanto por crianças quanto por adultos. Ele ainda costuma realizar a correção de problemas como dentes desalinhados, afastados, mordida desajustada, entre outros.

 

O que são os bráquetes?

Os bráquetes são pequenas peças acopladas ao aparelho, que possuem a função de realizar a conexão do fio ortodôntico ao elemento dentário, pressionando para movimentar a arcada e, desta forma, alcançar o alinhamento perfeito. Eles podem ser feitos de cerâmica, metal ou plástico, a depender do tipo de aparelho adotado pelo paciente.

Uma das diferenças entre os tipos de aparelho consiste na estética, que por sua vez é definida pela cor do bráquete. Por exemplo, pessoas que não desejam o famoso “sorriso metálico” optam por bráquetes transparentes. 

Vejamos alguns tipos de bráquetes:

  • bráquetes metálicos;
  • bráquetes de policarbonato;
  • bráquetes de cerâmica;
  • bráquetes de cerâmica colorida;
  • bráquetes de safira;
  • bráquetes autoligáveis.

Se você está na dúvida sobre qual tipo escolher, explicamos com mais detalhes cada um deles neste post.

 

O que são ligaduras e arcos?

As ligaduras são como um tipo de acessório para o aparelho fixo. Também podem ser conhecidas como as populares borrachinhas. Sua função é a fixação do arco junto ao bráquete. Existem muitos tipos de ligaduras, bem como tamanhos e espessuras diferentes, que possuem a função de fechar devidamente a mordida, os espaços, realizar movimentações ortopédicas, entre outras atividades.

Já os arcos são responsáveis por criar uma força que possa provocar a movimentação da arcada dentária. O seu material pode ser de diversos tipos, incluindo níquel, aço ou titânio.

 

O que é um expansor palatino?

O expansor atua com o objetivo de realizar a abertura da arcada dentária. Dessa forma, o paciente irá utilizar o acessório no céu da boca, para poder criar um maior espaço que possa comportar todos os dentes, de maneira alinhada dentro da boca.

Sua confecção é a partir do metal, que pode ser com ou sem acrílico. Além disso, eles podem ser fixos ou móveis. Para a expansão da arcada, um parafuso é usado para ajudar na função. Quando ele é aberto, consegue originar um alargamento do aparelho, que colocado sobre os dentes, pressiona uma força para a abertura da arcada dentária.

Uma de suas vantagens é que normalmente acaba se tornando bem efetivo pelos pacientes em geral. Todavia, ele precisa ser usado com cuidado, pois pode atrapalhar a higiene bucal. Se for o fixo, tenha cuidado para que não ocorram inflamações na parte da mucosa palatina.   

 

Colocar aparelho dói?

No início do tratamento, como o paciente ainda não está acostumado com a nova condição, é possível que as bochechas e as mucosas da parte interna da boca sofram com o atrito.

No entanto, hoje em dia, existem ceras de proteção para amenizar esta primeira etapa.

Já no momento de trocar os arcos, ou apertá-los, algumas pessoas podem sentir uma pequena dor ou desconforto durante o processo, porém nada que seja tão incômodo assim e que não possa se acostumar com o tempo.

 

Pronto! Agora você já está por dentro do mundo dos aparelhos odontológicos. Mas se quiser saber mais, entender a fundo o que eles podem representar para a sua saúde e estética bucal, entre em contato com a DentCare! Nosso profissionais estão prontos para lhe auxiliar da melhor maneira. Ligue para ( 21) 3411-1001, WhatsApp (21) 98552-2020 ou através do nosso site e marque uma avaliação com um de nossos profissionais.

Deixe uma resposta