Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 20h e sábado das 8h às 12h


  Contato : Telefone: (21) 3411-1001 | Whatsapp: (21) 98552-2020

6 mitos e verdades sobre implantes dentários

Provavelmente você já deve ter recebido algumas informações contraditórias sobre implantes dentários, não é mesmo? Isso acontece porque, como em qualquer outro tratamento, existem perguntas que, muitas vezes, geram respostas incompletas ou até mesmo incoerentes por parte dos não profissionais.

Fato é que o implante dentário é um procedimento que melhora a estética facial e devolve a função mastigatória por meio da substituição de um ou mais dentes. Com base nisso, decidimos apresentar neste post alguns mitos e verdades sobre implantes dentários. Se você tem interesse no assunto, continue a leitura!

1. “É possível fazer implantes dentários sem cortes.”

Mito. É verdade que existe uma técnica chamada “implante sem corte” que não realiza cortes exploratórios na gengiva. Entretanto, ela ainda necessita de um leve corte por onde passará o implante.

Além disso, esse procedimento não pode ser utilizado em todos os pacientes. É elementar fazer uma avaliação clínica e tomográfica a fim de verificar se o paciente está ou não apto para esse tratamento.

2. “O implante pode ser realizado no mesmo dia da perda dentária.”

Verdade. É possível, sim, realizar o tratamento no mesmo dia da perda dentária, e esse é o procedimento mais indicado. Isso acontece porque, quando acontece a perda de um ou mais dentes, ocorre um processo fisiológico que, com o tempo, pode causar transtornos com a instalação do implante. Esse processo se baseia em uma absorção óssea e varia de acordo com o paciente.

3. “Somente idosos realizam o procedimento.”

Mito. Independentemente da idade, os implantes são indicados para pessoas que sofreram perda dentária. Contudo, é importante saber que é preciso ter as saúdes bucal e sistêmica em dia e esperar o crescimento ósseo ser finalizado, o que varia de pessoa para pessoa. De uma maneira geral, isso ocorre a partir dos 17 anos para as mulheres e dos 18 para os homens.

4. “O implante não pode ser realizado com gengivas inflamadas.”

Verdade. A origem das gengivas inflamadas está associada à má higienização, bactérias da cavidade oral e outras causas.

Por esse motivo, é imprescindível que o paciente esteja com a saúde bucal em dia, ou seja, com os dentes e com a gengiva saudáveis, inclusive após a instalação do implante, evitando que o tratamento não seja realizado com sucesso.

5. “O organismo pode rejeitar o tratamento.”

Mito. O implante é feito com o titânio, material que se integra facilmente ao osso. Por causa disso, não existe possibilidade de rejeição por parte do organismo.

Raramente, pode acontecer o insucesso do procedimento, o que pode ocorrer devido a complicações na cirurgia, pela falta de qualidade óssea, por dificuldades mecânicas em relação à prótese ou por complicações pós-operatórias.

6. “Pacientes sem muito osso podem receber o implante.”

Verdade. Embora não seja um processo imediato, é possível realizar uma cirurgia de enxerto ósseo a fim de que se tenha uma estrutura adequada para o implante.

Vale mencionar que existe um período que deve ser respeitado entre um procedimento e outro, garantindo assim o sucesso dos tratamentos e, como consequência, um sorriso mais bonito e uma maior autoestima.

Agora que você já sabe o que é mito e o que é verdade em relação a implantes dentários, não perca tempo e recorra a esse procedimento quando for necessário. Não se esqueça de que, além de melhorar a função mastigatória, essa é uma maneira de garantir um sorriso bonito e saudável.

Implantes Dentários

Saiba tudo sobre implantes dentários

Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Então deixe o seu comentário aqui. Até a próxima!

Deixe uma resposta